13 novembro 2013

Capítulo 8- A Thousand Years| 2° temp.- Você precisa saber agora.



SeuNome Pov's

A última aula havia começado e eu não me cansava de olhar Henrie e James. Harry me contou que eles que deram o sangue humano para ele. Devem ser apenas dois mandados da Carole. Coitados. 

Louis- Está pensando em que?
Eu- Nada- sorri 
Louis- Estou com um pressentimento ruim. 
Eu- Que pressentimento?- fiquei meio nervosa. Não com ele. Comigo. 
Louis- Não sei.. Mas algo vai acontecer.. E logo. 
Eu- Medo.- Ele riu. 
Louis- Eu não estou sentindo medo.. Estou apenas ansioso. O que mais poderia acontecer?- fiquei em silêncio. 
Eu- Eu preciso que confie em mim mais do que em todo mundo.- Ele me olhou confuso.- Me desculpa, mas eu não posso te contar agora. Só te peço pra ter.. Calma. 
Louis- Se você está me pedindo, tudo bem- disse me selando. 
-Bom dia alunos..-

A aula começou e então Louis se virou. Olhei pra Henrie, que me encarava também. Filho da puta, é isso que ele é. Ele olhou pra frente e eu também. Eu preciso me encontrar com Carole e é deles que eu vou conseguir isso. Idiotas. Enquanto aquela vadia não estiver morta a minha dor também não estará. 

{...}


Niall- Algum de vocês tem notícias do Harry?- disse ele caminhando conosco pelo corredor. Já estávamos indo embora. 
Zayn- Ele some do nada. 
Liam- Ele deve ter saído pra alguma festa ontem e deve estar de ressaca.- Olhei pra Niall. 
Louis- Falando nisso, Niall, quanto tempo você está sem se embebedar? 
Niall- Uns 2 meses e alguma coisa. 
Eu- Ainda bem. Carregar um bêbado que eu nunca vi na minha vida não é tão fácil- rimos. 
Niall- Te dei trabalho e você nem me conhecia- disse rindo. 
Eu- Imagina quando ficar velho- rimos. Ficar velha. Uma coisa que eu gostaria muito. Ter filhos.. Um grande sonho que está longe do meu alcance. 
Louis- Vai vir comigo até em casa?
Eu- Não, eu tenho que resolver algumas coisas..-
Louis- Que coisas?
Eu- Já já você vai saber- disse sorrindo. Ele me olhou desconfiado mas depois relaxou. 
Louis- Tudo bem. Quer que eu venha te buscar depois?
Eu- Não precisa. Se quiser eu vou pra sua casa e..-
Louis- Eu quero- disse me interrompendo.- Eu quero que você vá. 
Eu- Ok. Até- disse o beijando. 

Louis desceu as escadas do corredor e foi junto com os meninos e os vi indo embora. Liguei pra casa e Harry atendeu rapidamente. 

ligação mode onn

Harry- Alô?
Eu- Harry. 
Harry- Fala. 
Eu- Está tudo bem ai?
Harry- Sim. 
Eu- Por acaso não matou ninguém, matou?- ouvi ele rindo do outro lado da linha. 
Harry- Não. Estou me controlando bem.. O que você vai fazer agora?
Eu- Ter uma conversa com James e Henrie. Olha eles ali, tenho que ir, tchau. 
Harry- Tchau. 

ligação mode off

Eu- Cristy!- disse gritando e acenando pra ela. 
Cristy- Sim?- disse vindo em minha direção. 
Eu- Eu vou falar com James e Henrie- disse olhando pra eles. 
Cristy- Ok, só tome cuidado. Se precisar de mim, me liga. 
Eu- Ligarei quando estiver tudo acabado e precisar de você lá em casa. Louis está com um pressentimento ruim e eu também estou. Ele é um videns e tem 99% de chances de estar certo. Nada que envolva Carole é bom. 
Cristy- Concordo.. Mas fica esperta pra nada de ruim acontecer com os outros meninos também. 
Eu- Farei isso. Bom, vou indo lá. 
Cristy- Ok.

Ela foi embora. Fui em direção de Henrie e James, os parando. Eles apenas ficaram parados me olhando.

Henrie- Olha quem apareceu.- sorriu. 
Eu- Eu não to pra conversa furada com dois sanguessugas de merda como vocês- ele arregalou os olhos. James olhou pro chão por dois segundos e voltou a me encarar.- Aonde está Carole?
James- E como iríamos saber dela?
Eu- Não se façam de idiotas. Pra começar, Harry está comigo e eu sei que isso também fazia parte do planinho inútil de vocês. Aliás, eu sei tudo o que vocês querem fazer. Então digam logo aonde ela está. 
Henrie- Não sabemos. 
Eu- Vão ficar calados mesmo?- Não me responderam.- Certo.-Fiz um feitiço fraco pra que eles não sintam mais o coração bater.- Respondam ou eu os mato agora mesmo. Não preciso de vocês pra nada, mas..- Deixei a frase ficar no ar e ouvi um murmurro de James. 
James- Ela está vindo pra cá- disse ficando sem ar. Parei o feitiço e eles respiraram aliviados. 
Eu- Parece que ela sabe exatamente o que fazer.- Disse me virando e pensando alto.- Ok.- me virei pra eles.- Vocês estão sendo completamente inúteis pra Carole. Sabem que ela vai usar vocês e depois tem muitas chances de matar vocês? Ou vocês morrerem junto com ela?- sorri.
Henrie- E isso não é da sua conta. 
Eu- Vampiros suicidas. Daria um ótimo livro, sabia?- disse rindo e então Henrie me atacou. 
Henrie- Sua voz é nojenta- disse me jogando no chão e então vi a cara de James. 
Eu- E vocês pensam que tem alguma chance contra mim- me levantei rapidamente.- Por favor- peguei Henrie e bati sua cabeça na parede.- Sou SeuNome Rouse- o joguei no chão- uma anja de 170 anos- o chutei pra longe- e você um vampiro de merda de uns.. 60 anos?- James veio por trás de mim, mas me virei rapidamente, pegando sua cabeça e girando seu corpo, o jogando pra onde Henrie está.- É até uma covardia eu querer matar vocês nesse estado- me aproximei.-Pela última vez- me agachei- aonde está Lexi Carole?
-Aqui, sweet. 


Louis Pov's

"Ela está correndo perigo. Vá até lá. Você precisa saber agora. Agora! Ande, Louis Tomlinson, o que você ainda está fazendo ai? Você sabe aonde ela está.. Vá logo!"

Essa voz rodeava a minha cabeça e brincava do que quisesse nela. Alguma coisa me dizia que eu deveria ir atrás dela. Dela quem, meu Deus? Logo senti uma tonteira e nada mais vi na minha frente. 

-Algum dia eu te levo pra bem perto das estrelas. 
-Jura?
-Juro. Você vai gostar. 
-Eu que queria te dar uma estrela e agora você vai me dar todas. 
-Nenhuma estrela é capaz de me dar o que você me dá.
-E o que eu te dou?
-Uma vida- ela se virou pra mim.- Um amor. Uma família. Minha única família agora é você, Tommo. Você sabe disso.. Eu não posso perder você nunca. 
-Mas você sabe que eu não sou eterno. 
-Sua vida é sim. Em alguma outra vida nos encontramos por ai. 
-Mesmo?
-Claro. Agora que eu finalmente te achei eu nunca mais vou te abandonar. 
-Eu sempre vou me lembrar de você. 
-Eu sei que vai. 
-Eu te amo. 
-Não duvide, eu te amo mais. Muito mais- disse se aproximando e me beijando. 

Mas.. Essa é a.. SeuNome! Como assim? Eu sinto como se eu a conhecesse há anos e todas as nossas lembranças juntos estão ainda na minha memória. Todas. Sei do verdadeiro dia em que nos conhecemos, a pessoa que terminou com tudo isso.. Aquela menina, Lexi Carole.. Meu Deus, não pode ser. Eu preciso saber disso da SeuNome. Talvez seja só mais um sonho louco que eu estou tendo. Eu sou.. Tommo? Aquele sonho que eu tive comigo mesmo era realmente eu? Não estou entendendo mais nada. 

Peguei o meu carro e dirigi até onde o meu extinto me guiava. 


SeuNome Pov's

Eu- Veja só quem apareceu.- disse andando até ela. O barulho do meu salto era a única coisa que podíamos ouvir ali. 
Carole- Gostou do meu pequeno presente?- disse e quando terminou, correu até Henrie e James jogados no chão e os levantou- Que tipos de vampiros vocês são?- ela se virou pra mim.- Aquele garoto moreno deu um certo trabalho pra mim. Mas cá pra nós que ele foi bem fácil. Nada que uma noite de um bom sexo não resolva nada.- disse rindo e eu corri até ela. Não seria uma luta de tapas e puxões de cabelos. A peguei e a joguei do outro lado do corredor, o que a fez cair na outra parede e ser derrubada lentamente até o chão. 
Eu- Ele não tem nada a ver com a nossa briga- ela se levantou e se virou ao lado oposo do meu, colocando seu braço no meu pescoço, me enforcando. 
Carole- Agora tem, querida.- me jogou nos armários.- Vamos concordar que ele fica bem mais sexy sendo um vampiro.- Ela ia me atacar, mas então me levantei rapidamente e a chutei, a prendendo nos armários, aonde eu estava.
Eu- Pessoas de olhos vermelhos e pálidas não me atraem.- a apertei mais ainda contra os armários e meu salto entrou um pouco em suas costas.- Principalmente se sugam sangue.- a taquei no chão e então ela me derrubou no chão.
Carole- Vai me dizer que os bonzinhos são os melhores?-disse me levantando e me jogando do outro lado do corredor. Ela andou até mim junto com Henrie e James. 
Eu- Vocês são ridículos- disse limpando um pouco de sangue que saía da minha testa, mas que se curou rapidamente e então me levantei. Quando eles iriam me atacar, fiz algum feitiço que os fizeram cair no chão. Chutei James e Henrie e parei o feitiço apenas em Carole, que se levantou rapidamente, me prendendo na parede. 
Carole- Você tirou tudo o que eu tinha- disse me dando socos fortes em minhas costelas.- A única pessoa que eu amei- disse me tacando no chão.- E que sempre vou amar- me levantei. 
Eu- Se você chama aquilo de amor, nem vou dizer o que eu sinto por aquele homem- disse quebrando um pedaço do armário e batendo na cabeça e Carole. Gemidos de James e Henrie ecoavam por todo o corredor mas eu não ligava pra aqueles dois. Me distrai olhando pra eles e quando me virou novamente, Carole já estava com aqueles dentes enormes em cima de mim, mas enfiei o pedaço de armário em sua barriga e então a fiz parar.- Você é patética- a peguei e a bati contra os armários- sabe que nunca vai me vencer em porra nenhuma- a taquei no chão e pisei em cima dela, abrindo um dos armários de limpeza e quebrando um pequeno pedaço de pau de vassoura e me voltando pra Carole. Foi tão rápido que não deu nem tempo dela se levantar. A peguei pelos cabelos e a prendi contra a parede.- Transformar Harry em vampiro? Amadora- disse passando alguma ponta afiada de madeira pelo rosto dela.- Sabe o quando ele ainda tinha que viver?- coloquei o pedaço de pau em suas costelas. 
Carole- Você não vai me matar- disse entre gemidos e risadas. 
Eu- Não?- disse colocando a mão em seu coração e o torcendo, a fazendo gritar. Parei e larguei o coração em qualquer lugar que não me importo. Tirei a minha mão ensanguentada de dentro dela e passei pela sua boca.- Seu gosto também deve ser bom.- disse de um jeito sádico que até me assustei.- Sabe..- disse tirando a madeira de suas costelas e colocando em seu pescoço- Te matar não seria uma má ideia. 


Louis Pov's

Estacionei o carro em qualquer lugar daquela calçada e entrei no prédio da escola bem rápido. Tinha algo dentro de mim que sabia pra onde estava indo. Escuto algumas vozes entre gemidos de dor e sabia que era ali que eu tinha que ir. 
Até que vi algo que me espantou. 

Louis- SeuNome?


SeuNome Pov's

Louis- SeuNome?
Carole- Isso aqui vai ser divertido- disse rindo. Estava hipnotizada com Louis que esqueci de manter o feitiço de James e Henrie e até de segurar Carole, a largando em qualquer lugar no chão- Ai.- disse tirando a madeira de seu pescoço- isso aqui dói- disse rindo. 
Eu- Louis..
Louis- O que está acontecendo aqui?
Eu- Eu..- Não encontrei palavras. Vi bem os olhos de Louis e de azuis estavam.. Vermelhos em volta. Ele estava prendendo o choro. Deveria ser de pavor. Medo. Espanto. Ou até nojo, repulsa. Nos encaramos até que ele disse. 
Louis- O que você é, SeuNome?- Imediatamente Henrie ficou até de Louis, prendendo seu braço em seu pescoço o enforcando. Tentei correr pra ajudar Louis, mas Carole foi mais rápida e me prendeu.
Carole- É, o que você é, SeuNome?-Podia ouvir o coração de Louis bater bem rápido e quando vi Henrie cheirando o pescoço dele eu tirei forças de não sei de onde e me soltei de Carole. 
Eu- Me solta- a empurrei e ela parou do outro lado do corredor. Corri até Louis e empurrei Henrie, mas logo James pegou Louis e foi pro lado de Carole.- Larga ele.. 
James- Vem pegar, au au- disse me provocando. Fiz um feitiço que revirava o coração dele por completo e então ele largou Louis, mas foi atoa, Carole o pegou. Louis se debatia nos braços dela. 
Carole- Shhhhhi- disse no ouvido dele. Corri até Carole e com aquele pedaço de madeira, o coloquei na sua barriga, a fazendo largar Louis. 
Eu- Fiquei aqui- sussurrei pra ele, que me olhava com medo. Me virei e quando percebi, Henrie já havia jogado Louis pro outro lado do corredor. Ele estava jogado no chão e eu tive os piores pensamentos possíveis. Corri até Henrie e James veio atrás de mim. Peguei os dois e os taquei em cada canto daquele corredor. Louis se levantava e se recolhia nos armários.- Nunca mais encoste um dedo no Louis- quebrei o pescoço de Henrie. Me virei pra James- E você, rapaz? Eu sei que é mais esperto que ele- apontei com a cabeça pra Henrie- mas mexeu com a pessoa errada- o levantei e quebrei seu pescoço também. Fui até o armário de limpeza e peguei outro cabo de vassoura. Fui até Carole e a levantei.
Carole- Vamos, me mate! Anda!- disse rindo- você não consegue- disse rindo mais ainda. Enfiei o cabo de vassoura em sua barriga e ela gemeu de dor. 
Eu- Vadia- tirei a o cabo de lá e coloquei próximo do seu coração. Não a mataria ali, naquele lugar. Teria que ser da forma mais dolorosa possível. Quebrei seu pescoço e ela caiu no chão. Me lembrei de Louis. Olhei pra ele e ele me olhava assustado. Olhei pra mim e estava cheia de sangue. Assustaria qualquer um. Corri até ele e me ajoelhei.- Por favor, diga que está bem. 
Louis- Eu pareço bem?- disse bem fraco e tossindo um pouco- Henrie me tacou até aquela parede. Preciso de um médico, acho que quebrei algo. 
Eu- Eu to aqui e não vou deixar nada acontecer com você.- disse sentindo umas lágrimas caindo do meu rosto e alisando o dele. 
Louis- Eu não se sinto medo de você ou pânico- aquelas palavras me doíam.- Mas algo me diz que eu não devo sentir isso. É certo? Ou você é um monstro como eles? 
Eu- Não há motivos pra sentir medo de mim. Eu nunca ia machucar você. 
Louis- Eu sei. Ai.- disse gemendo de dor. 
Eu- Vem, eu vou te levar pra minha casa e cuidar de você lá. Vou te contar tudo o que quiser depois que estiver bem.- Peguei Louis e ele não quis que eu o levasse no colo. Fui apoiando ele até o carro e o levei até a minha casa. 


***
Oláaaaaaa!
UM 
MILHÃO
DE 
ACESSOS!
Vocês tem noção de como eu estou feliz? Eu NUNCA pensei que o blog chegaria a tanto, aliás, eu nunca pensei que o blog chegaria a 1.000 acessos e agora eu cheguei a 1.000.000! MUITO OBRIGADA, GENTE! 
Desde do primeiro dia desse blog, eu sempre quis chegar a esses acessos. Nossa, eu via alguns blogs e queria ser como eles. Pedi divulgação em outros blogs e a maioria não divulgou o Um sonho 1D, aliás, apenas UM divulgou na época e outro dia eu vi que o mesmo blog que divulgou lê/lia o blog. Eu não me lembro ao certo o nome da escritora, mas eu fiquei muito feliz quando eu soube daquilo. Também tem blogs que sempre considerei "grandes" e já tinham bastante tempo, que me ignoraram nos comentários, não me respondia, e que hoje ainda não conseguiu crescer tanto em tão pouco tempo como eu/nós conseguimos! Eu to muito feliz MESMO. 
Mesmo com as pessoas não comentando muito, eu estou agradecia demais á vocês e com isso eu irei fazer uma promoção concorrendo á um CD, revistas, etc etc.. E outro prêmio também é outro imagine (não meu) aqui no blog. Bom, a nova escritora é muito boa e eu já li alguns textos e sinopses dela e gostei bastante, vou pedir pra ela se apresentar aqui quando puder e vocês vão saber mais do que estou falando!
Enfim. MUITO obrigada mesmo. Agora a minha próxima meta é 2.000.000! Quem sabe ano que vem, não?
Espero que gostem do imagine. 
eu amo vocês.

25 comentários:

  1. A li ta muito perfeito ai eu amei e tb to muito fliz pq o blog chegou a 1.000 news contina hj pf hj e o meu niver se qzr comfirma no face vc me tem r tb comtinua o do hazza pf

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh amor, desculpa por não postar no dia.. Mas se quiser eu dedico o próximo cap. pra você! Qual é o seu nome?

      Excluir
    2. Clara no face ta como Clara Cavalcanti

      Excluir
  2. OIII amei continua,e não fica desanimada pois o blog ja passo dos 1.000 news bjs!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Amei amei demais,continue por favor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada obrigada obrigada. Foi continuar sim.

      Excluir
  4. Lindo, lindo. Você não merece 1 milhão de visualizações, você merece muito mais, não me surpreenderia em nada eu abrir o blog e ter 3 milhões ou ate mais de visualizações. Eu simplesmente amo a sua fanfic. Não tenho nem o que dizer. Simplesmente perfeita. *-*

    ResponderExcluir
  5. Continua, ta muito perfeito *-*

    ResponderExcluir
  6. Vc merece cara,seus imagines tao cada vez mais perfeitos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ya! Tava com saudades de você por aqui, como você está? <3

      Excluir
  7. Li, amore, parabéns por todos esses acessos, você merece muito mais.
    Bom, o imagine está tudo de bom. Continua, por favor!!??
    Beijos e até! xXx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Gatha u.u
      Vou continua, beijos com glosssss

      Excluir
  8. AAAAAAAH PARABEENS
    Vc merecee, como não conseguir 1 milhao de acessos com um dos imagines mais perfeitos q eu ja li na vida *-* Continua logo potato :3
    Beijos com gloss de sangue u.u
    By: Mih Dionisio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual foi o imagine que você mais gostou?
      Obrigada Mari.
      Beijos com gloss de sangue? Virou uma Carole da vida agora? hahahaha beijos com gloss de Verbena U.U

      Excluir
    2. Carole?? Ela eh uma vaca, foi soh pra entrar no clima di imagine :p
      By: Mih Dionisio

      Excluir
  9. Nah,2.000.000 é facil agora flor ^^'
    Ta cada dia mais maravlhoso,não vejo o momento de ler o proximo :3
    Posso divulgar seu blog em um grupo no face??
    Malikisses e Horanhugs- Luna :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Luna, tudo bom?
      Pode sim, ajudará bastante!
      Ei, eu amo vocês muito mais.
      Beijos com gloss.

      Excluir
  10. PARABENS... A cada dia fica mais perfeita!
    eu to com uma vontade imensa de matar a Carole, pelo amor de Deus que a morte dela seje lenta e dolorosa!
    xoxo
    Tay Manuela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, você é do time da SeuNome? hahahaha sim, e ela terá! Pode deixar comigo!
      Beijos com gloss, Manu.

      Excluir