26 julho 2014

Better Than Words - Capitulo 39 | Namoro Maya e Liam


Liam povs ~~

A chuva fazia a janela do carro ficar totalmente embaçada e nós dois ajudávamos. Maya gritava o quanto podia e sorria em meus braços. Tínhamos acabado de sair do puby e ela estava chapada demais. A levei para casa depois de uma hora e nos despedimos como normalmente. Só sei que ela acabou vomitando tudo que tinha no estomago segundos depois do beijo. Fui pra casa e apenas adormeci.


Na manhã seguinte, troquei de roupa e fui até a pista de skate. Andei um pouco e depois fui para o serviço. Como hoje era feriado, eu e Harry trabalhávamos em uma pizzaria. Mais a noite Harry me deixou limpando o lugar e eu revirei tudo. Cadeira, mesas, enfim o lugar todo. Tudo estava fechado, menos as portas do fundo. Rapidamente vi um vulto passar pela rua na maior velocidade, mas nem prestei atenção em quem era. Minutos depois, Harry, Maya, Seunome, Louis, Niall, Lola, apareceram me gritando do lado de fora – dono da pizzaria não gostava do barulho da rua, então as portas eram a prova de som – eles batiam com força na porta e eu não entendia nada.


Do nada me senti arremessado até o chão e virado de frente para ele. Ele me espancava com força e eu não podia fazer nada. Maya era quem mais gritava lá fora. Foi quando ele se levantou e pude ver Zayn pegar uma cadeira e arremessar sobre mim. Mas felizmente quando ia bater de novo, ele parou. Respirava pesadamente e eu estava assustado demais. Largou a cadeira me dando mais um soco e se sentou no chão, com a mão na cabeça. Ele respirava fundo e zangado. Apenas virei minha cabeça pro lado sentindo meu nariz sangrar sem parar. A porta da frente foi aberta por Harry e Maya veio em minha direção.


Maya: vem, vou te levar pro hospital – disse colocando meu braço em volta de seu pescoço
Seunome: deixa que o Louis leva, você não pode pegar peso – e logo me trocaram de pessoa
Louis: vou levar ele, depois vocês vão no carro do Harry tá ? – deu um selinho nela e me colocou dentro  do carro. Aonde apaguei.



- Ele só vai precisar de alguma ajuda por semanas, mas fora isso, tudo bem ...

Eu: hm ? – resmunguei acordando
Maya: oi amor – segurou minha mão
Eu: aconteceu alguma coisa ?
Maya: não, você só desmaiou – sorriu
Zayn: mas deveria ter acontecido – falou emburrado
Maya: cala a boca
Trisha: isso aqui é um hospital, finjam ser gente pelo menos – se aproximou – está se sentindo bem mesmo Liam ?
Eu: sim, bem melhor agora – me sentei
Zayn: que ótimo, agora conta pra ele Maya
Maya: não, já não mandei você calar essa sua boca ? – falou zangada
Eu: contar o que ? – disse confuso
Trisha: vem Zayn, deixa ele ai – Zayn saiu me olhando pesadamente, como se quisesse me matar


Maya fechou a porta e deu a volta na cama. Me surpreendeu com um beijo bem demorado, o que foi bom, porque me confortou. Paramos com alguns selinhos e segurei sua mão a beijando.


Eu: se não quiser contar não precisa
Maya: não, tudo bem, eu tenho que contar – disse convicta – lembra aquele dia que você dormiu no meu quarto, quando meus pais foram jantar fora ? – assenti – e quando dormimos juntos, e não usamos proteção nenhuma ? – assenti respirando fundo – então, já sabe o resto...
Eu: que barra – bufei confuso
Maya: barra ? pensei que você fosse me abraçar e dizer que estava tudo bem
Eu: é que isso é muita responsabilidade pra nós dois
Maya: então você não vai assumir ? tá legal então...
Eu: eu não disse isso, estou só te falando que eu estou confuso, mais do que você. Pra mim você tomava pílulas
Maya: eu não lembrei de nada aquele dia, nem de tomar pílulas
Eu: e seus pais ?
Maya: meu pai ficou super alegre, quer dizer, depois de conversar comigo sobre eu estragar a minha vida é claro. Minha mãe me disse por horas o quanto eu estraguei a minha vida, mas disse que estava feliz por mim. – contou ela – o ruim foi o Zayn, que quase quebrou a casa inteira
Eu: ele sempre tem que complicar tudo
Maya: é, sempre – sorriu – mas eu quero ter esse filho, eu sempre quis e eu não vou abortar
Eu: nunca pensei nisso, é que ainda estou assustado – ela deitou em meu colo – mas vamos criar ele ou eles juntos
Maya: imagina se forem gêmeos – ela riu – desculpa estragar sua faculdade ou sua vida...
Eu: ei, não estragamos nossas vidas. Podemos fazer a faculdade bem depois
Maya: eu te amo sabia ?
Eu: eu também te amo – beijei o topo da sua cabeça



É agora teríamos um filho. Um filho, uma filha, ou um casal. Nem faço a idéia. Mas que seria especial, claro que seria. 




Oi gatonas ? tudo bem com vocês ?
comigo tudo ótimo, pelo menos ta melhorando :D
Então, hoje vou postar dois capítulos ou três pra acabar a temporada :(

Beijos !

5 comentários:

  1. aaamei continua to bem sim que bom que vc esta bem #allStardoNini

    ResponderExcluir
  2. Não deu pra continuar :( prometo postar logo

    ResponderExcluir
  3. In xoqui!! O.o Como assim ela tá grávida?? Mds! Morri!

    ResponderExcluir