21 dezembro 2013

Capítulo 13- A Thousand Years| 2º temp.- O beijo e a volta



SeuNome Pov's


Nos desabraçamos e ele olhou pra Lexi jogada no chão. 

Harry- E vamos deixar ela aqui?
Eu- Claro que não. 
Harry- Então o que vamos fazer?
Eu- Deixa-la bem longe daqui em alguma cabana perdida com algum feitiço- sorri. 
Harry- Sádica. 
Eu- Talvez eu seja- disse pegando o corpo de Lexi pelos pés. 
Harry- Eu tenho certeza disso- disse me ajudando. 
Eu- Teve uma época em que eu vivia pra matar vampiros- disse rindo- eu passava todas as noites caçando e matando. Eu adorava pegar algumas cabeças de vampiros pra poder fazer penteados depois. A sua cabeça é boa, seus cabelos são bem sedosos..- ele me olhou assustado e eu ri.- To brincando. Menos a parte de matar vampiros- sorri e ele pareceu mais aliviado.- Vamos levar esse bicho pra qualquer lugar da floresta. 

Eu e o Harry fomos correndo pra bem longe de qualquer área habitada. Pelo menos é o que achamos. Jogamos ela em algum lugar e parecia que ela tinha acordado. 

Carole- O que vocês estão..- Lexi foi surpreendida pelas costas por Harry. Ele havia pegado um galho no chão e o encravou em sua barriga. 
Harry- Shi..- disse com um tom de voz mais grosso de que costuma ser. 
Carole- Pelas costas, Styles?- ela disse entre gemidos e uma risada irônica.- Que baixo. Podre.-
Harry- Calada- ele quebrou o pescoço dela e então a deixamos naquele lugar mesmo. 
Eu- Ótimo. Vamos. 

Voltamos pra casa e então eu fui até o porão ver se eles estavam bem mas eles não estavam mais ali. 

Eu- Brad? Louis?- disse gritando. 
Brad- Aqui- disse descendo as escadas com o Louis. 
Eu- Ah. 
Louis- Cade a Carole?
Eu- Em algum lugar encantado da floresta. 
Louis- Certo. Eu.. Eu já vou indo. 
Eu- Ok. Vem, eu te levo até a porta. 
Louis- Não, não precisa..- ele disse abaixando o tom de voz.- Eu já conheço o caminho. Tchau, Harry, Brad.- Ele não esperou se despedirem dele e já foi embora. Quando a porta bateu, eu senti um calafrio e sem querer me lembrei dele como Tommo. 

flash back mode onn


Eu- Ah, vamos lá Tommo! Ande!
Tommo- Não, estou com preguiça demais pra decidir coisas de casamento. 
Eu- Mas.. Mas é o nosso casamento.- Ele me encarou e deu um suspiro profundo. 
Tommo- Certo, você venceu. 
Eu- Ótimo- disse puxando ele. 
Tommo- Eu te amo.
Eu- Eu também te amo- disse desconfiada.- Por que isso agora?
Tommo- Tem hora pra dizer que eu te amo? 
Eu- Não, mas..- 
Tommo- Mas nada.- Então ele me puxou e beijou-me como se fosse a última vez. 


[...]

Tommo- Você promete pra mim que.. Que mesmo se eu partir, você vai me esperar em algum outro lugar? 
Eu- Que lugar? 
Tommo- Não sei, um céu? 
Eu- Tommo, eu não posso mais ir pro céu, eu acho- disse rindo. 
Tommo- Mas você é uma anja. Anjas vão pro céu e você vai comigo. 
Eu- Tem certeza?
Tommo- Tenho- me selou.- Absoluta. 
Eu- Mas por que você está falando de partida? 
Tommo- Por nada. 
Eu- Jura?- ele não me respondeu.- O que você está querendo dizer? 
Tommo- Olha.. eu não sei, eu apenas sinto e.. Ah, não sei. 
Eu- Eu não vou deixar que nada de ruim aconteça com você. 
Tommo- Nunca?
Eu- Nunca.-ele sorriu
Tommo- Eu que deveria te levar ás estrelas, não você! 
Eu- Como assim? 
Tommo- As estrelas. Você prometeu me levar pra vê-las bem de pertinho. 
Eu- Ah, com certeza eu vou te levar. Quem sabe amanhã de noite? Quando ninguém mais estiver bisbilhotando o vilarejo? 
Tommo- Certo. 

flash back mode onn

Esse dia de fato nunca chegou. No dia seguinte ele foi morto e.. Ah, tantas coisas que poderíamos fazer juntos e eu fui burra em desperdiçar. Como estou fazendo agora.. mas.. céus! 

Eu- Eu preciso sair. 
Brad- Vai aond..- 
Eu- Eu vou sair!- sai correndo de casa e não vi o carro de Louis ali. Mas ele ainda estava perto dali, então decidi correr o mais rápido que pude e ficar em uma distância segura do carro de Louis. Vi que ele perdeu um pouco a direção, então eu estiquei a mão e fiz um feitiço para que o carro parasse. 
Louis- Meu Deus, você tá maluca?- disse saindo do carro.- Eu quase bati! 
Eu- Mas não bateu- disse me aproximando. 
Louis- Eu poderia ter causado um acidente. 
Eu- Mas não causou. 
Louis- Me machucado. 
Eu- Mas não se machucou. 
Louis- Eu poderia até morrer, SeuNome, morrer! 
Eu- Mas não morreu.- disse colocando a mão em um seu rosto. 
Louis- O que você quer com isso? Me assustar?
Eu- Não, Louis, eu só precisava falar com você e..- 
Louis- E você não podia me ligar, me avisar, me mandar uma mensagem pra eu voltar pra casa? Seria bem mais fácil assim. 
Eu- Não. 
Louis- Já que é tão importante assim, fala o que você quer. 
Eu- Eu quero que..- suspirei e tomei coragem- eu quero que você pare com isso. 
Louis- Isso o quê?
Eu- De me afastar de você, de não olhar mais nos meus olhos enquanto fala comigo, de me ignorar ou fingir não me escutar. Louis, nós não merecemos isso. 
Louis- Eu não estou me afastando de você, eu só.. não consigo pensar..
Eu- Pensar no que, Louis? 
Louis- Que você não é nada do que eu imaginava. Que eu não posso te abraçar de noite quando você ter medo do escuro pois você não tem. Que eu não podia matar algum bicho que você tem nojo pois você não tem. Que eu não posso te proteger do frio quando você estiver sem casaco pois você não sente. Que eu não posso cuidar de você como se você fosse um elo fraco pois você não é. Eu não me sinto suficiente pra você, SeuNome, eu me sinto completamente inferior não podendo fazer nada do que você já faz.- ele disse alisando o meu rosto com a ponta de seus dedos. 
Eu- Não, Louis, não fala isso. Você pode fazer mais do que isso, você pode me fazer feliz. Você me faz amar de verdade, coisa que faz eu me sentir viva e.. e isso é algo que só acontece quando eu estou com você. Isso não é o suficiente pra uma anja que morreu há 170 anos? A coisa que eu mais quis durante esse tempo foi viver de novo e você, só você permite que o meu coração bata de novo. Louis, eu te amo mais do que á mim mesma. Eu poderia morrer centenas de vezes só pra ver um sorriso no seu rosto.- disse com certas lágrimas nos olhos e segurando a nuca dele. 
Louis- Eu também te amo- disse encontrando a sua testa com a minha.- Eu também sei que te amo mais do que a minha própria vida.- Ele pegou meu rosto delicadamente pelo queixo e então me deu apenas um selinho.- Eu nunca vou te deixar, nunca.- E então nos beijamos. Um beijo que compensou o tempo em que ele precisava ficar longe de mim. Um beijo calmo, suave. Não demorou muito para nos separarmos.- SeuNome..eu não aguento mais um minuto longe de você.- sorri
Eu- Eu também não. (gif)


Não tínhamos mais o que dizer, até que Louis quebrou o silêncio e disse. 

Louis- Quer ficar lá em casa hoje? 
Eu- Amanhã você tem que estudar. 
Louis- Isso não impede de você ficar lá comigo- ele me pegou pela cintura.- Por favor. 



Eu- Isso é uma chantagem? 
Louis- Talvez seja. 
Eu- E se eu não for? 
Louis- Mas você vai. 
Eu- Vou? 
Louis- Vai, porquê eu passei muitas noites dormindo sozinho e eu não aguento mais ficar sem você- selinho 
Eu- Ok, ok. Eu vou com você. 
Louis- Agora!
Eu- Agora não, eu preciso pegar as minhas roupas e..-
Louis- Não! 
Eu- Eu vou ficar pelada? 
Louis- Não seria ruim- rimos.- Mas você pode usar as minhas roupas, não tem problema. 
Eu- Deixa eu pegar só uma muda de roupas pra mim? 
Louis- Tudo bem, você venceu, eu vou te deixar lá e você vai correndo pegar
Eu- Você que manda. Vamos?
Louis- Vamos. 


[...]
Heyyyyyyyyyyyyyy
Eu fiz esse capítulo correndo pois eu estou apressada pra sair (to na casa do meu pai) quando eu voltar eu tento postar mais. 
Espero que gostem pois não está lá aquelas coisas, não me xinguem kkkkkk 
Eu amo vcs, tiau 

9 comentários:

  1. C-O-N-T-I-N-U-A TÁ PERFEITO

    ResponderExcluir
  2. Ainda bem que achei o blog de novo, quando meu irmão formatou o computador perdi todos os blogs salvos, mas por sorte achei :) Continua logo, eu li os capítulos atrasados e to me apaixonando cada vez mais pela fic, ta super perfeita :)
    Sabe, eu reparei que os outros meninos (Liam, Zayn e agora o Harry) estão solteiros na fic,então, eu acho que seria legal você fazer um concurso entre as leitoras, pra achar namoradas pra eles... Não sei nem se você vai ler esse comentário, mas se ler, eu acho que essa é uma ideia legal e seria perfeito, porque as leitoras que ganharem iam ter um papel na fic, e isso é super legal :)
    Enfim, é isso, pensa com carinho na minha ideia e continua logo essa fanfic pelo amor de Deus! Vou recomendar o blog pras minhas amigas directioners e espero que, assim como eu, elas adorem o blog!
    Se você estiver precisando de ajuda, eu estou a disposição pra ajudar. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa continua ta perfeeeeeeeeitoooo ta mt boom sua linda nao para haha s2s2 #carol

    ResponderExcluir
  4. Sem xingamentos paixão. Espero que você continua assim que possível.
    E já deixo um desejo de um ótimo Natal para você e sua família.
    Lembre-se pode contar comigo e com todas as leitoras do blog sempre (sei lá do por que de eu ter escrito isso, mas apenas senti que precisava)
    Bom, beijos e até! xXx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agatha,isso é inacreditavel tem gente que n gosta!

      Excluir
  5. Eu ameeeeei esse capítulo, achei tão fofo *-* rsrs
    Malikisses :*

    ~Mari Vince~

    ResponderExcluir
  6. Perfect...Continuaa lindinhah.. <3

    ResponderExcluir