08 junho 2014

Capitulo 17 - Up All Night the Summer



(n/a: Coloque essa música para tocar quando eu avisar :D )

''Não é culpa da vida
Nem de quem te fez mal
Você se machuca sozinha
Dando importância a um amor virtual ...Absurda - Anahi''

S/n POV
*Quarta-Feira*

Cheguei em um estúdio musical ás 16:40 da tarde, o Harry me trouxe. Estou um pouco nervosa. Afinal, alguns produtores vão avaliar minha voz hoje e também, vão avaliar a música que eu escrevi pra me apresentar. Passei o final de semana inteiro escrevendo a música.

Harry - S/n, esses daqui são os produtores musicais, Alex e Connor.
Eu- Prazer - dei um sorriso sem mostrar os dentes.
Alex - Prazer. A música está pronta?
Eu- Sim.
Connor- Então, pode se dirigir aquela salinha ali. Harry, você fica esperando lá fora.
Harry- Tudo bem.

Ele me jogou um beijo no ar e saiu do escritório. Eu me dirigi até a sala, arrumei o microfone e coloquei o headphone . Peguei e guitarra que estava lá e a ajustei. Connor fez um sinal para que eu já pudesse começar. Suspirei e então, comecei.

n/a : Pode dar o play na música.

Our love runs deep like a Chevy
If you fall I'll fall with you baby
Cause that's 

The way we like to do it
That's the way we like
You run around and open doors like a gentleman

And tell me girl everyday you're my everything
Cause that's the way you like to do it
That's the way 

You like
Just a little West Coast and a bit of sunshine
Hair blowing in the wind
Losing track of time

Just you and I
Just you and I
Whoa, whoa

No matter how far we go
I want the whole world to know
I want you

And I won't have it any other way
No matter what the people say

I know that we'll never break
Cause our love was made
Made in the

 USA
Made in the USA
Yeah, yeah

n/a : Pode pausar a música.

Harry POV

Enquanto S/n estava tentando impressionar aqueles chatos, fiquei trocando mensagens com o Louis sobre calças. Entramos em uma pequena discussão sobre números, tamanhos, preços. Sinceramente, não entendo como viramos amigos '-'. 

-Harry? -me virei e visualizei uma garota sorrindo pra mim.
Eu- Sim?
-Não está lembrado de mim?
Eu- Desculpe, mas não.
-Eu sou a filha do seu chefe, Leah.
Eu- Leah, que bom te rever.

Me levantei da cadeira e a comprimentei.

Leah- O que você está fazendo aqui?
Eu- Estou esperando a S/n voltar daquela salinha ali.
Leah- Entendi.
Eu- E você não estava de férias junto com seu pai?
Leah- Eu quis voltar pra Londres. Bem Harry, já vou indo.
Eu- Tchau.

Ela saiu rapidamente de perto de mim. Garota estranha, sempre fica dando em cima de mim. Eu só falo com ela porque ela é a filha do chefe. Leah já tentou ficar comigo uma vez, mas eu dei um fora nela.

-Obrigado, obrigado, obrigado. -me virei e vi S/n saindo feliz da sala.

Me levantei e fui até ela.

Eu- Como foi?
S/n- Eles adoraram. Disseram que, só preciso melhorar nos agudos, mas eles adoraram. Segunda-feira, vou vir de novo, cantar outra música e assinar o contrato.
Eu- My god. Parabéns princesa!

A abraçei e depois a beijei. Meu chefe sabe que estamos namorando, desde que o namoro não atrapalhe o desenvolvimento musical dela.

Eu- Como vamos comemorar? -perguntei abrindo a porta do carro para ela.
S/n- Não sei.
Eu- Tive uma idéia.
S/n - Fale!

Eu cheguei um pouco mais perto dela. Encostei meus lábios em seu ouvido e sussurrei a palavra sexo a deixando arrepiada.

S/n- Ótimo jeito de se comemorar, mas não.
Eu- Poxa S/n,  estou com saudades do seu corpo.
S/n- Harry!
Eu- Que foi?
S/n- As pessoas estão olhando. 
Eu- Deixa elas olharem. Contando que, SAIBAM QUE VOCÊ É MINHA. -eu gritei na última parte.
S/n- Você não tomou seus remédios hoje, né? -perguntou rindo.
Eu- Talvez. 
S/n - Vamos, entra no carro e me leva para minha casa.
Eu- E por um acaso, eu virei seu escravo agora?
S/n- Sim-ela riu.

Entramos no meu carro. Colocamos o cinto de segurança e eu liguei a rádio. 

S/n-Aumenta um pouco, por favor.

Fiz o que ela pediu. A música Radioactive estava tocando, quando foi interrompida por uma noticia de ultima hora.

''Agora a pouco, foi presa a médica que praticava o ato de aborto em sua clinica particular. Pelo o que parece, a doutora fazia atendimento particular para as mulheres que desejavam abortar ilegalmente. Ainda não podemos divulgar o nome, mas o seu sobrenome é Muller''

S/n - Não pode ser. -ela disse com uma voz de choro.
Eu- Tudo bem?
S/n- A única médica da cidade que tem o sobrenome Muller, é a minha mãe.
Eu- Mas ela não é pediatra?
S/n - E-eu não sei direito em qual aréa da medicina ela trabalha. Harry , me leva logo pra casa, por favor.
Eu- Agora!

Corri mais rápido com o Vin Diesel em Velozes e Furiosos. Chegamos em frente da casa da S/n e suas amigas a esperavam apreensivas. Saimos correndo do carro e S/n abraçou Emilly.

Cassie- Vocês ouviram a rádio 9.80 ?
S/n -Sim. Por favor, me digam que essa médica não é minha mãe.
Emilly- Pequena, é a sua mãe sim, infelizmente. Ela foi presa saindo de casa pra ir ''trabalhar'' -ela fez aspas com as mãos.
Eu- Mas a Sra.Muller não é pediatra?
Cassie- Era só um disfarce.
S/n - Não acredito que minha mãe tinha coragem de trazer comida pra casa com isso, não acredito.

S/n me abraçou e comecou a chorar deixando minha blusa enacharcada. Cassie abriu a porta da casa, e entramos. Me sentei com S/n no sofá tentando acalma-lá enquanto Emilly trazia e bebia água.


S/n POV
Meu mundo caiu naquele momento. Como minha mãe tinha coragem de fazer aquilo? Como ela conseguia dormir a noite. Como minha mãe me olhava e não sentia nenhum arrependimento ao fazer aquilo? Como mulheres se sujeitam a cometer isso? 

Eu- Harry, me tira dessa casa, por favor- disse enquanto bebia um pouco de água que a Emilly me trouxe.
Cassie- Acho melhor você não dormir aqui por um bom tempo.
Emilly- E também vá visitar sua mãe na cadeia. Não estou defendendo ela, mas você precisa conversar com ela, mesmo com tudo isso acontecendo, não esqueça, ela é a sua mãe.
Eu- Não estou com cabeça pra pensar em visitar minha mãe. Só quero sair daqui.
Harry - Dorme lá em casa, vai ser melhor.
Cassie + Emilly - Também acho;

As meninas arrumaram minhas roupas em algumas malas. Harry as colocou no carro e depois me abraçou por longos minutos. Eu estou muito mal com essa história toda.

Harry - Vamos?
Eu- Sim. Meninas, vocês podem me visitar lá na casa do Hazza quando quiserem.
Cassie- Irei te ligar todo dia , pequena. -ela me abraçou e dei um beijo na minha bochecha.
Emilly- Se cuida pequena, vou sentir sua falta-ela fez o mesmo que Cassie.

Entrei no carro junto com Harry. Deitei minha cabeça no vidro enquanto via algumas gotas de chuva descendo sobre a janela.

Harry- Vai ficar tudo bem. 
Eu- Espero.

Chegamos na casa do Harry. Peguei minhas malas e ele abriu a porta da casa. Não tinha ninguem. Fomos até o quarto do Harry e guardamos minhas malas. Deitei na cama e fiquei olhando para a parede.

Harry - Tá com fome?
Eu- Não, obrigado.
Harry - Não fique assim. Todos tem problemas. Você vai superar esse, não vai?
Eu-Vou, mas só se você estiver do meu lado.
Harry-Eu sempre vou estar do seu lado! Dos piores aos melhores momentos.
Eu- Deita aqui do meu lado e me abraça.
Harry - Sempre.

Ele se deitou do meu lado e deixou eu chorar em seu peito. Com certeza, Harry é o melhor namorado do mundo.


Zayn POV

Cheguei na casa do Louis and Harry. Vi que o carro do Styles estava na frente da casa, então ele estava em casa. Abri a porta e não o vi na sala e nem na cozinha. Subi e vi que o banheiro estava vazio. Com certeza, ele estava em seu quarto. Abri a porta e vi ele abraçado com a S/n, eu acho.

Eu- Styles!
Harry - Malik!
S/n- Neyde Spears! -todos riram.
Eu- Que malas são essas?
Harry- A S/n vai morar aqui por um tempo.
Eu- Não vou passar fome agora.
S/n -O Louis não te alimenta?
Eu- Ninguém nessa casa me alimenta. 
Harry - Pensei que o Niall fosse o fominha da casa.
Eu- Harry, Zayn Malik não é só um rostinho bonito.
S/n - Mas você não tem um rosto bonito '-'. -Styles riu.
Eu- Vai dormir, S/n.
S/n -Não quero.
Harry- Zayn, cai fora.
Eu - Hmmm. Agora vão aproveitar né? -fiz uma cara maliciosa.
S/n- Vai dormir, Malik.
Eu- Tchau casal.
Harry+S/n - Tchau, Malik.

Harry POV
Eu- Vou te alegrar um pouco, pode ser?
S/n- Claro que pode.
Eu- Eu sou um bolinho de feijão, de feijão! Meus amigos me chamam de negão, de negão! -cantei.

S/n caiu na gargalhada deixando suas covinhas á mostra.

-\\-

Oie! Oie! Mas xenti ~le momento autora escreve errado~ a mãe da S/n é uma monstra! Mas que coisa triste, mas pensa pelo lado bom, agora você vai poder ficar do lado do Styles 24 horas por dia heuheuhuehue :v . Deem uma olhada no meu blog (Aqui) . Bjaun com macarrão <3 Ps: Minha amiga canta essa música idiota e eu resolvi por ela pra alegrar a S/n :3.

6 comentários:

  1. Oee, Tudu bem?
    Porra como assim a mãe da S/N e aquelas tias do mal que aborta criancinhas inlegalmente[não sei escrever issu] No memento imaginei uma sala com varias prateleiras e nelas tinha inumeros potes com conservante e fetos dentro kkk ta chega.
    Porra que perfeito *--* Continua sua divaney <3 s2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkk '-' você que é diwany. Anna , é perfeito pqe tem leitoras perfeitas ♡

      Excluir
  2. O.O como a minha mãe faz isso?? Cara, até eu chorei agr, mas sobre a músiquinha, crlh, kkkkkkk gnt socorro, goxtei da sua amiga, manda beijos pra ela kkkkkkkk!!! Oh Josh!! tá parei, enfim, eu A-MEI sobre vc ter colocado Made in the USA, aiin te amo *3*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkllk , eu tinha que por humor no cap de hoje hehe

      Excluir